O PAVÃO E O JUNO

O pavão estava muito descontente porque não tinha uma voz bonita como a do rouxinol, foi reclamar com Juno sobre isso. Ele disse:

- "O canto do rouxinol é a inveja de todos os pássaros, mas sempre que eu faço um som, eu me torno um alvo de riso."

Juno tentou consolá-lo dizendo:

- "É verdade, você não tem o poder da canção, mas você se sobressai muito em beleza, seu pescoço brilha como a esmeralda e sua esplêndida cauda possui uma maravilhosa cor deslumbrante."

Mas o Pavão não foi apaziguado, ele disse:

- "Qual é a utilidade de ser bonito com uma voz como a minha?"

Então Juno respondeu, com um tom de austeridade em suas palavras:

- "O destino deu a todos os seus dons, para você deu beleza, força para a águia, canto ao rouxinol e a todos os demais em sua medida, mas só você está insatisfeito com sua porção. Então não reclame mais, pois se o teu pedido fosse concedido, rapidamente encontraria outro motivo para um novo descontentamento."

Moral da história: Todos possuem qualidades, não sinta inveja do próximo.

Plano de assinatura do Kindle