O LEÃO, O LOBO E A RAPOSA

Um leão, enfraquecido com a idade, estava doente em sua toca, todas os animais da floresta vieram perguntar pela sua saúde, com exceção da raposa.

O lobo achou que esta era uma boa oportunidade para pagar as velhas contas contra a raposa, então chamou a atenção do leão pela sua ausência, dizendo:

- "Veja, senhor, que todos nós viemos para ver como você está, exceto a raposa que não se aproximou de você, ela não se importa se você está bem ou doente."

Logo depois a raposa chegou e ouviu as últimas palavras do lobo. O leão rugiu para ele com profundo desgosto, mas implorou que lhe fosse permitido explicar sua ausência, dizendo:

- "Nenhum deles se importa tanto com você como eu, senhor, tenho ido aos médicos todo esse tempo para tentar encontrar uma cura para sua doença."

Perguntou o leão:

- "E posso perguntar se você encontrou uma?"

Respondeu a raposa:

- "Eu encontrei senhor, você deve esfolar um lobo e envolver-se em sua pele enquanto ela ainda está quente."

Assim, o leão voltou-se para o lobo e o matou com um golpe de sua pata, para que possa experimentar a receita da raposa, mas a raposa riu e disse para si mesmo:

- "É isso que acontece quando estimula a maldade."

Moral da história: A maldade também afeta os malfeitores.

Plano de assinatura do Kindle