O LAVRADOR E O LOBO

Um lavrador soltou seus bois da charrua e os levou para a água para beber. Enquanto ele estava ausente, um lobo meio faminto apareceu no local e foi até a charrua e começou a mastigar as tiras de couro presas ao jugo.

Ao roer desesperadamente na esperança de satisfazer seu desejo por comida, ele de alguma forma se enredou no equipamento, assustado, lutou para se libertar, puxando as cordas como se arrastasse a charrua junto com ele.

Logo depois o lavrador voltou, vendo o que estava acontecendo, ele gritou:

- "Ah, seu velho malandro, eu gostaria que você desistisse de roubar para sempre e começasse a trabalhar honestamente."

Moral da história: As pessoas más conseguem fazer o certo, mas não querem.

Interessado em ter um livro de fábulas em casa? Na Americanas você tem várias opções.

Fábulas de Esopo