O JUMENTO E A SUA CARGA

Um vendedor ambulante que um dia foi dono de um jumento, comprou uma grande quantidade de sal, colocou no seu animal o máximo que pôde suportar. No caminho para casa, o jumento tropeçou ao atravessar o riacho e caiu na água, o sal ficou complemente molhado e muito dele derreteu e se perdeu, quando o jumento se levantou, ele percebeu que a sua carga tinha ficado muito menos pesada.

O vendedor percebeu que perdeu muito sal, então voltaram para a cidade e comprou mais, que ele acrescentou aos que ficou nas panelas, logo começaram a caminhar. Ao chegar no riacho, o jumento deitou-se nele e levantou-se como antes, a carga novamente perdeu sal e ficou mais leve.

O vendedor descobriu o truque do jumento e voltaram mais uma vez na cidade, mas dessa vez comprou muitas esponjas e colocou na parte de trás da carga do jumento. Quando chegaram no riacho, o jumento deitou-se novamente no riacho, as esponjas sugaram muita água, quando o jumento se levantou, percebeu que a sua carga havia ficado muito pesada para carregar.

Moral da história: A mesma artimanha não funcionará quando for descoberto.

Plano de assinatura do Kindle