O JUMENTO E O CACHORRINHO DE COLO

Houve uma vez um homem que tinha um jumento e um cachorrinho de colo. O jumento estava alojado no estábulo com muita aveia e feno para comer, ele tinha uma vida boa que qualquer outro jumento iria querer. O cachorrinho foi feito um grande animal de estimação pelo seu dono, que o acariciava e muitas vezes o deixava deitar-se em seu colo, quando saia para jantar, trazia alguns petiscos para dar a ele.

O jumento tinha muito trabalho a fazer, como cortar ou moer o milho e carregar os fardos da fazenda, durante muito tempo, ele ficou muito ciumento, comparando o seu trabalho duro com a ociosidade do cachorrinho de colo.

Até que chegou um dia, o jumento rompeu a corda que o prendia e entrou na casa, decidido a imitar as brincadeiras do cachorrinho, começou a perturbar a mesa, quebrando os utensílios da cozinha com seus esforços desajeitados. Não contente com isso, tentou pular no colo do seu dono várias vezes, como o cachorrinho fazia. Os criados da casa vendo que seu patrão estava em perigo, deram uma surra com vara naquele jumento estúpido e o prenderam no estábulo. Com muitas feridas e machucados, o jumento falou:

- "Coitado de mim! Tudo isso foi culpa minha. Eu devia ter ficado satisfeito com a minha posição honrosa, ao invés de querer imitar as ações ridículas daquele cachorrinho inútil."

Moral da história: Um comportamento que é considerado agradável em um, pode ser desagradável em outro.

Plano de assinatura do Kindle