O HOMEM CEGO E O FILHOTE

Era uma vez um cego que tinha um impressionante tato na palma de suas mãos, ele podia dizer o que era apenas pela sensação dele. Um dia, um filhote de lobo foi colocado em suas mãos, perguntaram a ele o que era. O cego avaliou cuidadosamente o filhote com a suas mãos e disse:

- "Eu não tenho certeza se é um filhote de lobo ou raposa, mas isto eu sei, nunca colocaria ele para cuidar de um rebanho de ovelhas."

Moral da história: As tendências malignas são mostradas cedo.

Plano de assinatura do Kindle