O FAZENDEIRO E A FORTUNA

O fazendeiro estava lavrando a sua fazenda, quando desenterrou um pote de moedas de ouro com seu arado. Ele ficou muito contente com a sua descoberta, desde então fazia uma oferta diária no santuário da deusa da Terra.

A Fortuna ficou triste com isso, veio até ele e disse:

- "Meu homem, por que dás à Terra o crédito pela dádiva que te concedi? Nunca pensaste em agradecer-me pela tua boa sorte, mas se tiveres o azar de perder o que ganhaste, sei muito bem que me colocaria toda a culpa."

Moral da história: Demonstre gratidão onde a gratidão é merecida.

Plano de assinatura do Kindle