O ESCRAVO NEGRO

Uma vez um homem comprou um escravo etíope, que tinha uma pele negra como todos os etíopes, mas seu novo mestre achava que sua cor se devia ao fato de que seu falecido mestre o negligenciou e que tudo o que ele precisava era de uma boa esfoliação.

Então ele começou a limpá-lo com bastante sabão e água quente, o esfregou com força, mas não houve nenhuma mudança, sua pele permaneceu negra como sempre, enquanto o pobre coitado morreu do resfriado que pegou.

Moral da história: A estupidez de um pode ser a desgraça dos outros.

Plano de assinatura do Kindle