O ATUM E O GOLFINHO

Um atum foi perseguido por um golfinho e nadou pela água a uma grande velocidade, mas o golfinho foi aos poucos alcançando-o, estava prestes a agarrá-lo quando o impulso da sua natação levou o atum para um banco de areia.

No calor da perseguição o golfinho o seguiu e lá ambos foram jogados para fora da água, ofegando pela querida vida. Quando o atum viu que seu inimigo estava condenado como ele, disse:

- "Não me importo de ter que morrer agora, pois vejo que aquele que é a causa da minha morte está prestes a compartilhar o mesmo destino."

Moral da história: A fatalidade se torna menos doloroso quando o inimigo também a sofre.

Plano de assinatura do Kindle