O APANHADOR DE PÁSSAROS, A PERDIZ E O GALO

Um dia, quando um apanhador de pássaros estava sentado a uma escassa ceia de ervas e pão, um amigo apareceu inesperadamente. A despensa estava vazia, então ele saiu e pegou uma perdiz mansa, que ele guardou como isca, estava prestes a torcer o pescoço dela quando ela gritou:

- "Certamente você não vai me matar, o que você fará sem mim da próxima vez que for tentar pegar mais pássaros? Como você fará com que os pássaros venham para suas redes?"

Então ele a deixou ir, foi para seu galinheiro, onde tinha um galo jovem e gordo. Quando o galo viu o que ele queria, ele também suplicou por sua vida, dizendo:

- "Se você me matar, como vai saber a hora da noite? E quem vai acordá-lo de manhã quando for hora de ir trabalhar?"

O apanhador de pássaros, entretanto, respondeu:

- "Você é útil para contar as horas, eu sei, mas mesmo com tudo isso, não posso mandar meu amigo sem jantar para a cama."

E com isso, ele o pegou e torceu o seu pescoço.

Moral da história: A necessidade fala mais alto em uma discussão.

Plano de assinatura do Kindle