IRMÃO E IRMÃ

Um certo homem tinha dois filhos, um menino e uma menina, o menino era tão bonito quanto a menina era simples. Um dia, enquanto brincavam juntos no quarto da mãe, eles pegaram um espelho e viram suas próprias feições pela primeira vez.

O rapaz viu como era bonito, começou a se vangloriar para a sua irmã sobre sua boa aparência, ela de sua parte, estava pronta para chorar de vergonha quando se deu conta da sua simplicidade, ouviu os comentários do irmão como um insulto.

Correndo para seu pai, ela contou sobre a vaidade do seu irmão e o acusou de mexer nas coisas da mãe. Ele riu, beijou os dois e disse:

- "Meus filhos, aprendam a partir de agora a fazer bom uso do espelho. Meu menino, esforça-te por ser tão bom quanto te mostra ser bonito. E você, minha menina, resolva compensar a simplicidade de tuas feições pela doçura de tua gentileza."

Moral da história: A aparência não é tudo, priorize o bom caráter.

Plano de assinatura do Kindle