A PULGA E O BOI

Uma pulga disse uma vez a um boi:

- "Como é que alguém grande e forte como tu se contenta em servir a humanidade e fazer todo o seu trabalho duro por eles? Eu não sou maior que você, mas vivo em seus corpos e bebo seu sangue sem precisar trabalhar para eles."

Ao que o boi respondeu:

- "Os homens são muito amáveis comigo, por isso lhes sou grato, eles me alimentam e me abrigam bem, de vez em quando mostram seu carinho por mim, dando-me palmadinhas na cabeça e no pescoço."

Disse a pulga:

 - "Se eu os deixasse, eles também me dariam palmadinhas, mas eu tomo cuidado para que eles não façam, caso contrário sobraria nada de mim."

Moral da história: Para alguns um ato é uma recompensa, para outros um castigo.

Plano de assinatura do Kindle